A Cura de um Câncer

Certa noite, após a reunião da minha comunidade, uma obreira veio me procurar, pois uma parente sua estava com câncer e queria fazer uma campanha de oração em sua casa. Prontamente aceitei a proposta. O combinado seria sete dias de visitas realizadas nas tardes de sábado consecutivamente. Nós daríamos uma palavra e oraríamos pela sua cura.

 
No primeiro dia, preparei-me e junto com um pequeno número de irmãos fomos à casa da pessoa enferma. Mas nos assustamos ao ver a aparência da moça. Ainda jovem, não aparentava doença. No entanto, fomos informados do que estava acontecendo. Era portadora de leucemia, câncer na tireoide e também em certa parte da região abdominal. Nunca descobri ao certo. Era uma situação difícil e evitei ficar perguntando sobre o assunto.

FDA-aprova-Cometriq-para-tratar-tipo-raro-de-cancer-de-tireoide-1.jpg
Fiz uma ministração simples e oramos. Ela ofereceu um lanche. Conversamos um pouco e logo saímos. Assim repetimos na segunda reunião, fazendo o que tínhamos combinado. Era o possível a ser feito. Naquela mesma noite, ao orar, Deus me questionou: “Você realmente acredita que aquela pessoa vai ser curada assim?”, “Não!” respondi em minha mente, “Você é capaz de compreender que ela pode realmente morrer?”, entendi que eu não estava levando a sério como deveria. Agia como em um procedimento cotidiano, tanto faria pra mim que ela fosse curada ou não. Deus me chamava a atenção ao que estava acontecendo. Eu deveria mudar a maneira de agir.
 
Liguei para algumas pessoas que estavam participando dessa campanha e compartilhei o que Deus tinha falado. Convoquei para um jejum e oração pela causa daquela moça, que tinha uma real chance de morte. Passei a semana a orar e jejuar em prol dela, e para a terceira reunião consegui um ministro de louvor para tocar e dessa vez a palavra seria mais profunda. No final, oraríamos com toda fé para ver o milagre de Deus naquela casa. Agiríamos como verdadeiros ministros de Deus levando a fé e a possibilidade de um milagre naquela situação.
 
Após essa última reunião, fiquei muito feliz pela nossa conduta e mantive o propósito de oração e jejum. No sábado seguinte, me preparei para ministrar e fui à casa dos amigos que estavam participando da campanha para nos levarem ao nosso destino. Seria um dia totalmente diferente dos outros.
 
Ao chegar à casa da paciente, notei que havia muito mais pessoas. Ela convidara seus melhores amigos. Havia um ar de alegria no ambiente. No início da reunião, pedi para contar a novidade, e assim ela falou: Nesta semana fui realizar os exames de tireoide como rotineiramente fazia. Mas algo aconteceu diferente. Após realizar o ultrassom do órgão, levei o resultado ao médico, que olhou pasmo para exame. Ele pediu para refazer o exame, e assim ela o fez. Ele ficou olhando os exames e não conseguia acreditar. Pediu outro exame de sangue e, novamente, ao receber o resultado, ficou sem palavras. Ele disse que não sabia o que estava acontecendo, mas todos os nódulos haviam desaparecido. Ela pegou o exame anterior e o exame atual e diante de todos nós mostrou os resultados diferentes. No anterior, o ultrassom mostrava 12 marcas coloridas representando os nódulos de câncer; no atual, não nenhum. De forma milagrosa, todos desapareceram.
 
Comemoramos naquela tarde como nunca. Cantamos louvores a Deus e nos alegramos com aquela notícia. O Senhor tinha curado o câncer de tireoide daquela moça. Presenciamos um autêntico milagre de Deus.
 
Ela continuou o testemunho dizendo que o médico constatou que o sangue dela estava completamente limpo, e que ela poderia fazer o transplante de medula para resolver o seu caso de leucemia. Ficamos sabendo naquele dia que a sua melhor amiga era doadora compatível com ela. Deus resolvia dois problemas com um só milagre.
 
Trecho do meu livro “Na Tua Presença Em Teu Espírito”
Saiba mais em www.maisconsistente.com.br
Adquira em loja.maisconsistente.com.br
 
Compartilhe...
Compartilhe com os amigos...
Moisés Nogueira de Faria
Escritor e Blogueiro

Deixar uma Mensagem de Resposta