Querer fazer o bem, isso lhe interessa?

11802667_634068490068746_3275748954210945336_o
O mal prospera com o silêncio do bem. A semente do mal gerará mais maldade, mas a boa semente multiplicará o bem sobre todos nós. É como se fosse uma balança: tendências para a maldade todos têm, mas quando nos voltamos para “fazer” o bem, e não somente “dizer”, ela multiplicará e incendiará muitos corações.
 
É preciso da atitude; querer fazer o bem custa caro, mas é necessário dar o primeiro passo. Assim foi a Corrente do Bem Brasília, uma semente lançada em terreno fértil. E depois longos oito anos os frutos começaram a aparecer. São tão agradáveis que podemos nos deliciar com cada conquista. No lugar que fomos inseridos podemos ver em cada sorriso e gesto de amor o que foi semeado. As conquistas deles são nossas conquistas e por isso nos alegramos tanto lá. Cada manhã de sábado é marcante e única. O nosso desafio não era crescer, nossa missão sempre foi fazer o bem.
 
Além disso, as sementes lançadas foram germinar em outros lugares. Nos últimos meses pessoas tem entrado em contato querendo iniciar suas próprias obras sociais. A cada pessoa que entra em contato, a cada igreja que deseja fazer um trabalho semelhante podemos nos alegrar com esses frutos surpresas que Deus estava guardando. De todos os lugares de Brasília pessoas estavam acompanhando os nossos trabalhos (e nem curtiam rs) e foram tomados de sentimentos de fazer o mesmo. As fotos e vídeos, os textos, a simplicidade de tudo encantou a muitos. Mês passado acompanhamos em São Sebastião o primeiro dia de ação da Comunidade Cristão Nova Aliança, foi maravilhoso. O mesmo estará acontecendo na Samambaia e em outros locais carentes de Brasília.
 
Nunca buscamos aplausos e nem tapinhas nas costas, queríamos de verdade propagar o que estava acontecendo no Sol Nascente, por isso tantas fotos e textos. Propagar o bem e não a nós. Não eram aplausos que precisávamos. Fico feliz em saber que a notícia foi entendida assim e de certa forma somos uma boa influência para muitos que desejam fazer o bem.
 
Estamos disponíveis para compartilhar daquilo que aprendemos e incentivar novas iniciativas. Não temos dinheiro para ajudar, mas temos fé, conhecimento e muita determinação para quem decidiu em fazer algo para o próximo. O que vivenciamos é compartilhável. Não tem segredo. Ainda estamos no caminho do aprendizado, nem de longe temos todas as respostas necessárias, temos mais perguntas do que respostas, mas quem quiser seguir esse caminho pode vir conosco. Que “fazer” o bem seja multiplicado.
 
Vem conosco, vai ser legal.
 
Mensagem da www.correntebrasilia.com.br, projeto social que eu participo.
 
 
 
 
Compartilhe...
Compartilhe com os amigos...
Moisés Nogueira de Faria
Escritor e Blogueiro

Deixar uma Mensagem de Resposta